+ 0. Mapa da China
+ 1. Cidades da China
+ 2. Pontos Turísticos
+ 3. Dicas
+ 4.0. Notícias
+ 4.1. Feiras
+ 4.2. Cultura
+ 4.3. Curiosidades
+ 4.4. Economia
+ 4.5. Política
+ 4.6. Tecnologia
+ 5.0. Hotéis

2. Pontos Turísticos - - Tibet

Informações atualizadas em: 19/12/2017 14:55:43

 

Tibete é uma província da China e está a uma altitude média de 4.900m. Conhecido por muitos como “o teto do mundo”, a província possui um governo teocrático e é dirigido pelo líder espiritual Dalai Lama (que significa oceano de sabedoria). Atualmente, o Tibete é governado pelo 14º Dalai Lama de sua história, Tenzin Gyatso.

Por conta do Palácio PotalaLhasa, sua capital, é um dos principais pontos obrigatórios a se visitar. O palácio foi por muito tempo a moradia do Dalai Lama, também um mosteiro e centro do governo.  Hoje, seus treze andares e mais de mil quartos abrigam um museu.
 
O Palácio é dividido em dois: O Palácio Branco, que serviu de moradia do quinto ao décimoDalai Lama, e o Palácio Vermelho, onde se situam várias capelas, estátuas dos antecessores do Dalai Lama atual, inclusive uma que é feita de ouro e enfeitada com pedras preciosas, de três andares.
O Templo de Jokhang é o santuário mais sagrado, com mais de 1.300 anos de idade, onde monges cantam, rezam e incensos são queimados, lembrando toda a tradição milenar a qualquer turista que por ali passa.
O lago Yamdrok-Tso é um dos três maiores lagos sagrados do Tibete. De acordo com a mitologia local, o lago é uma divindade feminina “guardiã” do budismo e do Tibete.  Este lago também abastece uma usina de energia, próxima a cidade de Pai-Ti, sendo a maior usina doTibete.
 
Grande parte da cadeia de montanhas do Himalaia está no Tibete e o Monte Everest localiza-se na fronteira do Nepal com o Tibete. Pela grandeza das montanhas, elas estão sempre presentes nas paisagens do Tibete, assim como dos países vizinhos Butão e Nepal.
Monte Everest

Uma das atrações que se vê muito por lá são as famosas “bandeiras de orações”, suas cores e ordem exata simbolizam o equilíbrio dos cinco elementos: céu, ar, fogo, água e a terra.  Cada bandeirinha possui orações ou sutras que, ao contrário do que algumas pessoas acreditam, não são para deuses, são feitos para serem soprados pelo vento, espalhando a boa vontade e a compaixão.
De acordo com a tradição, os símbolos impressos nelas trazem boa sorte e prosperidade, e o vento que sopra através, purifica e santifica o ar. A recomendação é que a cada ano novo elas sejam substituídas.
Para viajar para o Tibete, é necessário possuir uma Carta de aprovação de viagem emitida pelo governo chinês. Mesmo com as diferentes formas de se entrar no Tibete (pela China ou pela Índia e Butão), as passagens só são emitidas com cópia dessa carta e do visto. Para conseguir a aprovação, as viagens devem ser planejadas em grupo e através de agências de turismo. Mesmo para quem viaja sozinho, é necessário fechar um grupo de estrangeiros para solicitar as autorizações ao Tibet Tourism Bureau, órgão que tem escritórios em PequimXanghai, Chengdu e Golmud.
Visite esse lindo lugar e aproveite bons momentos em paisagens exuberantes, conhecendo mais sua cultura e suas tradições. E aí, ficou com vontade? CLIQUE AQUI >>>>>>>>>>
Fonte - Internet
RECEBA NOSSA NESWLETTER

Nome:

E-mail:

SIGA-NOS
CHINA TURISMO & PASSAGENS LTDA
Praça da Liberdade 130 - 11º andar - cj 1101
Liberdade - São Paulo - SP - Cep 01503-010
Tel: +55 11 3292-9240
Fax: +55 11 3292-9248
Emergência: +55 11 98149-5847 / 3104-3686
Email: chinatur@chinatur.com.br